Fan Page - Boletim Ambiental
Showcase Page - Boletim Ambiental
Boletim Ambiental

Avanço silencioso sobre a Caatinga

A ação humana na Caatinga já atingiu 63% desse bioma. Os pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) voltaram seu olhar para os efeitos sobre a terra e a biodiversidade. Detectaram que a ação humana alterou interações de grupos de formigas e insetos com as plantas, o que é danoso para a Caatinga.

De acordo com os pesquisadores, foram perdidas duas funções que as formigas normalmente prestavam: proteção contra insetos herbívoros e dispersão de sementes. Na falta de insetos, as formigas atacam as plantas e a ação humana vem contribuindo para reduzir a presença de formigas boas dispersoras de sementes.

Outra pesquisa da Universidade Federal de Pernambuco sobre a Caatinga constatou uma proliferação de formigas saúvas, que se sobrepõem a outras espécies. Isso acontece quando aumenta a retirada da vegetação nativa.

Os pesquisadores também constaram a presença de espécies invasoras, como a algaroba, árvore originária dos Andes, de fácil crescimento, e que é usada na extração de madeira e alimentação do gado. A substituição da floresta por vegetação formada por arbustos e herbáceas ocorre em toda a Caatinga.

Além do consumo doméstico, a extração de lenha em áreas que não são de proteção ambiental, também abastece empresas de produção de gesso, olarias, padarias e pizzarias. Calcula-se uma perda de 30 milhões de metros cúbicos por ano de mata nativa.

Link Curto: http://bit.ly/2L38ztF

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*