Fan Page - Boletim Ambiental
Showcase Page - Boletim Ambiental
Boletim Ambiental

Chamado urgente para uma crise anunciada

No encerramento do 8º Fórum Mundial da Água, maior edição do evento já realizado, que aconteceu em Brasília, em março, foi divulgada uma Declaração conjunta denominada “Chamado Urgente para uma Ação Decisiva sobre a Água”.

O texto é o resultado dos debates realizados pelos ministros e chefes de delegações dos países participantes, que se espera ganhe grande relevância como a de outras declarações da ONU, como “O Futuro que Queremos “ (Rio-92) e “Convenção-Quadro sobre Mudança do Clima” (2015).

Nessa declaração final do Fórum, os compromissos voltado à busca de uma segurança hídrica global foram firmados em 23 pontos, ressaltando que “Todos os países precisam tomar medidas urgentes para enfrentar os desafios relacionados à água e ao saneamento”. Apontam como sendo fundamental a cooperação internacional em nível global para chegar às iniciativas voltadas à promoção da água e do saneamento.

Entre as iniciativas visando melhores práticas em água e saneamento, o texto ressaltou a necessidade de incentivar governos a estabelecer políticas e planos nacionais de gestão integrada de recursos hídricos; mobilizar recursos financeiros suficientes, desenvolver e compartilhar soluções, incentivar a cooperação transfronteiriça e “ reforçar a necessidade urgente de respeitar o direito de todos os seres humanos, independentemente da sua situação e localização, à água potável e ao saneamento como direitos humanos fundamentais”.

Dentro do fórum, entidades da sociedade civil brasileiras entregam documento à ONU, afirmando que o governo brasileiro vem cortando os investimentos na área do saneamento. Entre 2012 e 2018, o corte teria sido de 45%, e apontaram como agravante ter recolhido R$ 2,5 bilhões de 27 empresas estatais e distrital de saneamento na forma de impostos e contribuição social.

Leia a íntegra da Declaração, clique aqui

Link Curto: http://bit.ly/2wEuvoG

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*