Fan Page - Boletim Ambiental
Showcase Page - Boletim Ambiental
Boletim Ambiental

Você sabia que o Jambo é uma espécie invasora?

Santamaria Silveira

Desde que o Brasil foi descoberto começou a introdução de plantas arbóreas exóticas e invasoras. Aquelas com valor econômico, vindas de outras colônias, eram aclimatadas no Jardim Botânico do Rio de Janeiro, criado por Dom João VI. Outras espécies eram disseminadas pelo país de acordo com sua utilidade para a população.

Calcula-se que 20% das 55 mil espécies de plantas brasileiras conhecidas foram introduzidas no país, do abacate à manga; da palmeira imperial ao jambo (Syzygium jambos), que é considerada uma das 40 espécies mais invasoras do mundo.

Em praças, quintais e ruas do Brasil encontramos jambeiros da espécie rosa ou amarela, originários da Índia. Nesta época do ano, estão em plena floração. Seu fruto é altamente aromático, adocicado e lembra “rosa”. Suas raízes têm emprego terapêutico. É uma arvore que pode produzir ao longo de 20 anos.

Estudos apontam que as primeiras introduções do jambo na Mata Atlântica aconteceram entre os séculos XVIII e XIX, pelo seu valor como fornecedor de lenha, pelo seu uso ornamental e pelo fruto. A facilidade com que se dispersou decorreu de seu ciclo de vida curto, germinação rápida e reprodução precoce, além de interação com a fauna, sendo que suas sementes passaram a ser dispersadas, especialmente por primatas, que adotaram o fruto em sua dieta.

Toda espécie invasora traz ameaça potencial à biodiversidade local e demanda manejo e observação para mitigar seus impactos, segundo estudo do prof. e biólogo Fabrício Alvim Carvalho, coordenador de Pós-Graduação em Ecologia da Universidade Federal de Juiz de Fora.

Mais informações, clique aqui

Link Curto: http://bit.ly/2fFs6md

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*