Fan Page - Boletim Ambiental
Showcase Page - Boletim Ambiental
Boletim Ambiental

Óleo de cozinha pode entrar na logística reserva

O PLS 75/2016 está para ser votado pela Comissão de Meio Ambiente do Senado Federal. O projeto inclui o óleo de cozinha usado na lista de produtos do sistema de logística reversa. Cada brasileiro consome por ano cerca de 15 litros de óleo vegetal e cada litro polui mais de 25 mil litros d´água, segundo a Cetesb.

Embora tenhamos ciência de que alguns postos de coleta de óleo de cozinha na internet ou em um ou outro supermercado, a reciclagem dessas gorduras não chega a 5% do total descartado e o resto vai para as pias e ralos, seguindo para esgotos, córregos, rios e oceanos. Pelo projeto, caberá aos consumidores a devolução de produtos e embalagens após utilizados aos comerciantes ou distribuidores.

A logística reversa é regulada pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/2010) e Decreto 7.404/2010. Instituiu uma responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos, envolvendo fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes.

De acordo com a PNRS, a logística reversa é um “instrumento de desenvolvimento econômico e social caracterizado por um conjunto de ações, procedimentos e meios destinados a viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial, para reaproveitamento, em seu ciclo ou em outros ciclos produtivos, ou outra destinação final ambientalmente adequada.”

Link Curto: http://bit.ly/2fD0a2c

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*