Fan Page - Boletim Ambiental
Showcase Page - Boletim Ambiental
Boletim Ambiental

Bibliotecas ganham critérios sustentáveis

A bibliotecária e especialista em gestão ambiental, Nathalice Bezerra Cardoso, concluiu pesquisa sobre as bibliotecas verdes e sustentáveis no Brasil e, como o Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas (SBBP) não prevê diretrizes de sustentabilidade para bibliotecas brasileiras, ela deu sua contribuição para preencher esta lacuna.

O Brasil possui mais de 6 mil bibliotecas públicas, mas a primeira biblioteca verde do país é a Biblioteca Parque Estadual do Rio de Janeiro, fundada em 1873 por D. Pedro II e que ganhou uma ampla reforma em 2014. Instalada em um prédio sustentável, possui teto verde, usina fotovoltaica, captação da água da chuva para irrigação abastecimento dos banheiros, janelas térmicas, mesas e cadeiras com fibras de garrafas PET e assentos de couro vegetal. É a única no Brasil a ter certificação LEED Ouro.

Em seu trabalho, Nathalice, aponta que “Tendo em vista que a questão ambiental é uma prioridade no mundo atual, é imperativo que os governos e a sociedade se mobilizem na busca de soluções sustentáveis e os campos da Biblioteconomia e da Ciência da Informação não podem ficar a parte dessa questão”.

A pesquisadora define como diretrizes para a construção de políticas públicas que visem estimular bibliotecas sustentáveis são ter um prédio sustentável, economizar recursos naturais, reciclar materiais, promover a educação ambiental de funcionários e usuários, criar programas e projetos de conscientização ambiental, usar manual de compras sustentáveis, realizar palestras, debates, oficinas sobe datas comemorativas do meio ambiente. Nathalice lembra que se não houver recursos para a reforma, a contribuição sustentável pode estar na disseminação da informação ambiental.

Para conhecer a íntegra do trabalho, clique aqui

Link Curto: http://bit.ly/2sKRhsC

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*