Fan Page - Boletim Ambiental
Showcase Page - Boletim Ambiental
Boletim Ambiental

Aquecimento global pode dar insônia

O calor perturba o sono. Essa é uma verdade irrefutável. Mas, agora os cientistas provaram, pela primeira vez, que o aquecimento global trazido pelas mudanças climáticas vai precarizar ainda mais a vida dos seres humanos no planeta. Até 2050 teremos uma media de 6 noites quentes/mês.

O estudo foi feito pelo Centro Belfer de Ciência e Assuntos Internacionais, da Universidade de Harvard (EUA) e publicado pela “Science Advances”, que avaliou 765 mil americanos voluntários, no período de 2002 e 2011, para concluir que daqui para frente, a correlação entre a temperatura e o sono vai alterar muitos fatores de nossa vida cotidiana.

Os pesquisadores descobriram que os termômetros vêm registrando temperaturas três vezes mais fortes no verão, afetando principalmente, a população mais idosa e carente, que não pode contar com alternativas, como aparelhos de ar condicionado. Quando dormimos, os vasos sanguíneos da pele dilatam e o calor sai. Mas quando a temperatura ambiente está alta, o corpo não consegue dispersar o calor e começam os transtornos.

Na pesquisa, a correlação entre temperatura, privação de sono e qualidade de vida apontou efeitos negativos das altas temperaturas, como sensação de cansaço durante todo o dia, propensão a cometer diferentes erros cognitivos, seja ao dirigir no trânsito, tomar decisões no trabalho, realizar provas na escola ou mesmo em atividades em casa, trazendo prejuízo a si e a terceiros.

Veja o artigo no original, clique aqui

Link Curto: http://bit.ly/2suwGVq

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*