Fan Page - Boletim Ambiental
Showcase Page - Boletim Ambiental
Boletim Ambiental

Impacto ambiental causado por casas de farinha

Órgãos discutem ações para diminuir impactos ambientais causados por casas de farinha em Penedo. Foto: Instituto do Meio Ambiente (AL)

Objetivo da parceria é implantar tecnologia para tratamento de resíduos gerados na produção de farinha dentro da APA da Marituba

Representantes da Gerência de Fauna, Flora e Unidades de Conservação do Instituto do Meio Ambiente (IMA-AL) estiveram na Área de Proteção Ambiental (APA) da Marituba do Peixe, em Penedo, na última quarta-feira (15), para discutir formas de minimizar os impactos ambientais causados pelas casas de farinha que funcionam dentro da APA.

Os técnicos do órgão ambiental se reuniram com Paulo Freire, coordenado de Meio Ambiente de Penedo, com o professor Eduardo Lucena, da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), e Vera Núbia, coordenadora do curso técnico em Meio Ambiente do Instituto Federal de Alagoas (Ifal). Durante o encontro, foi proposto um acordo de cooperação para que sejam desenvolvidas ações conjuntas que possam diminuir os impactos ambientais causados pelas casas de farinha que operam dento da APA da Marituba.

No acordo, serão levados em consideração os efluentes gerados na produção de farinha e o atendimento às exigências ambientais. Segundo Epitácio Correia, gerente de Fauna, Flora e Unidades de Conservação do IMA, “a parceria é importante porque abrange, de forma integrada, os tocantes sociais, econômicos e ambientais”.

O objetivo é implantar um projeto piloto de utilização de biodigestores para produção de energia gerada a partir da manipueira. “São resíduos originados no processo produtivo das casas de farinha”, explicou Gabriela Mota, bióloga e consultora ambiental.

Além da elaboração da minuta do Termo de Cooperação, que deve ser assinado pelos órgãos envolvidos, será feito o levantamento das casas de farinhas para identificar qual receberá inicialmente o projeto.

Link Curto: http://bit.ly/2lZicw9

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*