Fan Page - Boletim Ambiental
Showcase Page - Boletim Ambiental
Boletim Ambiental

TCU: legado ambiental das Olimpíadas é quase nulo

Quando a cidade do Rio de Janeiro se candidatou para ser sede dos Jogos Olímpicos de 2016, apresentou um dossiê propondo a despoluição da Baía de Guanabara, onde acontecerão as provas de vela e windsurf, a limpeza da Lagoa Rodrigo de Freitas, local das provas de remo e canoagem, e, ainda, a implementação de esgotamento sanitário em várias regiões da Barra da Tijuca, onde está a Vila dos Atletas.

Estes e outros compromissos assumidos pelo Rio de Janeiro (instalações esportivas, obras de energia elétrica e projetos financiados pela Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES) são fiscalizados pelo Tribunal de Contas da União (TCU), cujo relatório, até o momento, indica que o “legado” ambiental das Olimpíadas é quase nulo.

No caso da Baía de Guanabara, por exemplo, o jornal El País apontou, a menos de uma semana do início dos Jogos, a existência de contaminação das águas por bactérias oriundas de esgoto não tratado. Mesmo que as águas estejam um pouco mais “transparentes”, o jornal informa que a água ainda é insalubre, pois os níveis de contaminação ainda estão acima do permitido pela Organização Mundial da Saúde (OMS), embora tenha sido reduzido pela metade nos últimos dias. Já na praia de Copacabana, que receberá as provas de triatlo e maratona aquática, a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) encontrou bactéria resistente a antibióticos.

Além do TCU, os Tribunais de Contas do Estado e do Município do Rio de Janeiro (TCE e TCM, respectivamente) também se dividiram na tarefa de fiscalizar os 27 projetos que compõem o chamado “Plano de Políticas Públicas – Legado dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016”. O relatório do TCU deve ser concluído até o final de agosto.

Vídeo do TCU sobre a fiscalização das obras das Olimpíadas

Link Curto: http://bit.ly/2apLnl0

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*