Fan Page - Boletim Ambiental
Showcase Page - Boletim Ambiental
Boletim Ambiental

Tese analisa discurso de ONGs e sustentabilidade na Amazônia

O professor Jonas da Silva Gomes Júnior, defendeu este ano a tese de doutorado “ONGs Transnacionais e os sentidos de sustentabilidade Amazônica: Imaginário, discurso e poder”, na Universidade Federal do Amazonas (Ufam), premiada com o 1º lugar na 4ª edição do Prêmio Celso Furtado de Desenvolvimento Regional.

A tese analisa os discursos empregados pelas ONGs Transnacionais ambientalistas, buscando estabelecer correlações com o discurso da sustentabilidade amazônica, a construção de imaginários e a espetacularização do verde no mundo globalizado. “Ao divulgarem suas atividades por meio das ações ativistas e ações midiáticas, acabam (re) criando uma ‘Amazônia Espetacular’, além de oferecerem um produto midiático mais interessante, acabam reduzindo a região ao campo ambiental, gerando esquecimentos dos aspectos sociais e culturais”, diz o professor no estudo.

Na avaliação de Gomes, falta às ONGs ambientalistas uma visão mais complexa sobre a sustentabilidade da Amazônia, levando em consideração o binômio homem-natureza, pois estariam atualizando um imaginário sobre a Amazônia do século XVI, construído por viajantes e cronistas , bastante reducionista: “A Amazônia é projetada apenas como ‘verde’, uma visão essencialmente ecológica, que apaga a complexa tessitura social e cultural amazônica, conforme se demonstrou nas análises discursivas. Para as ONGs, a Floresta Amazônica é constituída de árvores, curso de água, pássaros, animais… o homem é um elemento a parte. Essa visão reproduz aquilo que justamente quer se combater, que é a destruição do meio ambiente amazônico, visto que a visão que separa o homem da natureza é a essência do desmatamento.”

Para conhecer a tese, clique aqui

Link Curto: http://bit.ly/2AYiVG4

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*