Fan Page - Boletim Ambiental
Showcase Page - Boletim Ambiental
Boletim Ambiental

Blairo refuta na Europa críticas de que agronegócio destrói ambiente

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, refutou hoje enfaticamente em Bruxelas percepções de alguns setores na Europa de que o Brasil destroi o meio-ambiente na produção agrícola a fins de exportações.

A Apex (Agência de Promoção das Exportações) e a Unica (União da Indústria da Cana-de-Açúcar) organizaram um debate do ministro com empresários e parlamentares europeus, funcionários da Comissão Europeia, além de representantes dos EUA.

A mensagem de Maggi foi de que a agricultura brasileira está se tornando cada mais sustentável, mostrou uma série de dados. E insistiu que o país exporta, mas também consome grande parte do que produz.

“Foi muito importante a presença do ministro em Bruxelas, pois permitiu desmistificar críticas feitas ao Brasil com relação ao uso da terra e uso de alimentos para produzir biocombustíveis”, afirmou Géraldine Kutas, representante da Unica na capital europeia.

Maggi observou, sobre o uso da terra, que 11% do território brasileiro é preservado na propriedade privada, ou seja, nas próprias fazendas. Além disso, há as áreas protegidas, incluindo reservas indígenas. Ele destacou que 61% do território ainda tem vegetação nativa. E que a produção agrícola, fora pecuária, só ocupa 8% do território brasileiro.

O ministro falou também de novas iniciativas ambientais. Inclui a plataforma Biofuture, criada para acelerar alternativas ao uso de combustíveis fósseis em transporte, químicos, plásticos e outros setores. E o programa Renova Bio 2030, que define papel concreto de bioenergia sustentável.

Um representante da UE, da direção geral sobre clima, destacou que a UE e o Brasil tem forte parceria em negociações do clima e que a Europa vê o Brasil como um dos líderes nas discussões nessa área.

Curiosamente, no debate nada foi perguntado sobre a negociação UE-Mercosul.

Link Curto: http://bit.ly/2jF1RsC

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*